Os profetas são homens solitários. Andam sozinhos; oram sozinhos. O próprio Deus, ao criá-los, os faz diferentes do homem comum; não são “fabricados em série”.

Posted: August 29, 2010 in Uncategorized

E vos vivificou, estando vós mortos em ofensas e pecados, 2 em que, noutro tempo, andastes, segundo o curso deste mundo, segundo o príncipe das potestades do ar, do espírito que, agora, opera nos filhos da desobediência; 3 entre os quais todos nós também, antes, andávamos nos desejos da nossa carne, fazendo a vontade da carne e dos pensamentos; e éramos por natureza filhos da ira, como os outros também. 4 Mas Deus, que é riquíssimo em misericórdia, pelo seu muito amor com que nos amou, 5 estando nós ainda mortos em nossas ofensas, nos vivificou juntamente com Cristo (pela graça sois salvos), 6 e nos ressuscitou juntamente com ele, e nos fez assentar nos lugares celestiais, em Cristo Jesus; 7 para mostrar nos séculos vindouros as abundantes riquezas da sua graça, pela sua benignidade para conosco em Cristo Jesus.

Os profetas são homens solitários. Andam sozinhos; oram sozinhos. O próprio Deus, ao criá-los, os faz diferentes do homem comum; não são “fabricados em série”. O divino princípio de seleção é inescrutável.

Quanto a Ezequiel, ele não convocou reuniões de comissões, nem enviou cartas missionárias solicitando ofertas e orações. Não levantou fundos para seu ministério, e detestava publicidade.

Então Deus ordenou a Ezequiel que dissesse ao seu “monte” de ossos secos: “Ergue-te e lança-te no mar”. Ele o disse, e foi o que sucedeu.
Ali estava uma maldição. Saberia ele revogá-la? Ali havia morte. Seria ele capaz de transmitir vida? Ele não fez nenhuma exposição doutrinária. Caros irmãos, ouçam. O mundo não está querendo mais definições do evangelho, e, sim, novas demonstrações do poder dele. Onde estão os homens de fé — não os doutrinadores — para operar nestes dias de tanta desesperança política e espiritual, e de tanto desregramento moral?

Doutrina? Já a temos de sobra, enquanto o mundo enfermo, triste, saturado de sexo, sobrecarregado ao peso do pecado, perece de fome espiritual.

É nesta hora sombria, quando o mundo está adormecido em trevas, a igreja dorme em luz. E é assim que Cristo é “ferido na casa dos seus amigos”. E uma igreja trôpega é chamada zombeteiramente de impotente.

o Espírito Santo está aí, vivo, procurando aqueles que queiram humilhar-se e confessar que, apesar de verem, estão cegos; aqueles que estejam dispostos a pagar o preço do quebrantamento e lágrimas, para então buscarem a unção do poder divino, num reconhecimento sincero de sua pobreza de alma.

Nós nos entregamos a intermináveis discussões sobre a soberania de Deus, e as dispensações, e ignoramos nossa pobreza espiritual. Enquanto isso, o inferno vai só se enchendo.

Meus irmãos pregadores, hoje em dia nós gostamos mais de estar acomodados do que sentir as dores de parto. É por isso que ocorrem tão poucos nascimentos. Que Deus nos mande, e rápido, um profeta que se encontre em descompasso com essa igreja que se acha desarticulada.

Deus está preparando seus Elias para a última e grande ofensiva mundial contra a impiedade (seja ela política ou de outro tipo, mesmo com máscara de religiosa). O último e grande avivamento, gerado e operado pelo Espírito Santo, será o rompimento dos velhos odres do sectarismo pelo vinho novo do Senhor. Aleluia!
EZEQUIEL diz: “Então profetizei segundo me fora ordenado”. – CADA PROFETA PRECISA RECEBER DE DEUS UMA ORDEM E NÃO DO HOMEM – “ ORDEM ” , LEMBRA A VOCÊ ORDENAÇÃO? (Aí está a questão: ele se tornou um tolo para Deus). “Ossos secos, ouvi a palavra do Senhor”. Loucura? É! Insanidade total! Ele disse para os ossos: “Ouvi”, embora eles não tivessem ouvidos. O profeta fez o que lhe fora ordenado. Mas nós, para evitarmos constrangimento, modificamos as ordens de Deus, e assim passamos uma vergonha maior. Mas Ezequiel obedeceu. E Deus operou, como sempre. “Houve um ruído”. Ah, disso nós gostaríamos. Mas ele não confundiu barulho com criação, nem atividade com unção, nem agitação com avivamento.

About these ads

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s